Consumidor mais exigente reaquece o mercado imobiliário em 2019

Consumidor mais exigente reaquece o mercado imobiliário em 2019
Consumidor mais exigente reaquece o mercado imobiliário em 2019
Avalie esta postagem

O PIB do Brasil promete crescer 2,30%, de acordo com a pesquisa Focus a pedido do Banco Central. Isso representa um aquecimento da economia do país para 2019. O mercado imobiliário é uma vitrine potencial dessa projeção: financiamento a juros mais baixos – Selic a 6,5% ao ano – o menor da história segundo instituições financeiras consultadas pelo Banco do Brasil, favorece a compra de imóveis. Segundo a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), os valores em queda dos imóveis (em cerca de 20% nos últimos 4 anos), são atrativos para o consumidor.

Em contrapartida, consumidores têm usado cada vez mais a Internet para pesquisas online em busca de informações para satisfazer esse novo perfil que é exigente e informado do consumidor. Sendo assim, muitas empresas lançaram mão do uso de ferramentas tecnológicas que otimizam os novos modelos de negócios, amenizando a burocracia e promovendo as vendas através da captação de clientes via ambiente online.

A perspectiva de melhora na economia anima as construtoras que já estão comprando terrenos e prevendo lançamentos para o segundo semestre — é o que revela Roberto Lira, consultor técnico da Sinduscon-Rio.  O vice-presidente administrativo do Secovi-Rio, Ronaldo Coelho Netto, diz que a Zona Oeste, especialmente Recreio dos Bandeirantes e Vargem Grande, serão o foco principal para lançamentos imobiliários.

Comentários

Postar um comentário