Inclusão: Lego e peças em braille

A marca de brinquedos dinamarquesa Lego anunciou no dia 24 de abril, durante uma conferência de marcas sustentáveis na França, Paris, que desenvolverá uma linha de brinquedos em braille.

O intuito da empresa é proporcionar que cegos e deficientes visuais também possam usufruir de seus brinquedos e explorar novas experiências de aprendizado.

 

“O conceito por trás dos blocos de braille da Lego foi inicialmente proposto à Fundação Lego em 2011 pela Associação Dinamarquesa dos Cegos e novamente em 2017 pela brasileira Fundação Dorina Nowill para Cegos”, diz o comunicado.

 

A sede da companhia no Brasil, participa também do desenvolvimento de protótipos, que estão em fase de testes em países participantes dessa iniciativa, como o Reino Unido, Noruega, e a sede da companhia, a Dinamarca.

 

As pecinhas serão confeccionadas com o mesmo número de tachas utilizadas para as letras e números do alfabeto braille, mantendo a compatibilidade com o sistema Lego. “Nós acreditamos firmemente que os blocos podem ajudar a aumentar o interesse em aprender braille”, explicai o comunicado.

 

Essa nova linha de blocos Lego deve ser lançada em 2020 e será distribuída de forma gratuita em escolas e instituições parceiras da iniciativa.

 

O Brasil será um dos primeiros países contemplados com o sistema de peças LEGO em braille.

Posts recentes